Google vai desenvolver robôs cirurgiões

Google anunciou que está trabalhando em parceria com a Johnson & Johnson para desenvolver ferramentas médicas robóticas, ou robôs-cirurgiões. Essas ferramentas dariam aos médicos mais capacidade de alcance durante operações e ainda diminuiriam as possibilidades de cicatrizes na pele dos pacientes.

A intenção das empresas é produzir equipamentos que sejam menos invasivos e danifiquem menos o corpo de pessoas que passam por cirurgias. Com isso, elas poderiam se recuperar mais rápido e sofrer menos nesse processo.

Contudo, ainda não há nenhuma informação mais precisa quanto à natureza desses possíveis equipamentos desenvolvidos pelas duas empresas. Também não há nenhuma previsão de quando os primeiros frutos dessa parceria devem começar a aparecer em testes.

Veteranas

Nem Google nem Johnson & Johnson são completas estranhas dessa área de equipamentos médicos. A Google já teve várias experiências com o Google Glass realizadas durante procedimentos cirúrgicos, e a Johnson & Johnson tem uma empresa subsidiária especializada na fabricação de material para hospitais.

O anúncio foi feito pelas duas companhias através do jornal Business Insider. Gary Pruden, conselheiro da Johnson & Johnson disse ao periódico que a pareceria visa trazer avanços para a área, que a há algum tempo não vê nada de muito novo. .

“Essa colaboração com a Google é outro passo importante no nosso compromisso em avançar no cuidado cirúrgico, e juntos, nós pretendemos unir o melhor da ciência, da tecnologia e do conhecimento cirúrgico e colocar isso nas mãos de equipes médicas pelo mundo”, declarou Pruden.