Engenheiro conecta internet em Mac 1986

Um engenheiro e desenvolvedor americano resolveu conectar seu primeiro computador, um Mac Plus de 1986, a uma linha  telefônica para acessar a internet. E, por incrível que pareça, ele conseguiu.

As especificações do computador são risíveis, trinta anos depois: processador de 8 MHz, 4 Mb de RAM, disco rígido externo de 50 MB e uma tela branco-e-preta com resolução de 512×384 pixels. Ou seja, qualquer computador lançado atualmente é, sem exagero, cerca de 200 mil vezes mais rápido do que o velho PC.

O pequeno Mac Plus de Jeff Keacher estava há 20 anos guardado na casa de seus pais, que enviaram a máquina por correio. A longa aposentadoria custou caro. Após alguns minutos ligado, o PC deu um susto: um barulho de explosão e cheiro de fumaça.

Keacher desligou imediatamente o computador e descobriu que a causa do problema era o hard drive externo. O estresse gerado pela corrente elétrica após décadas desligado fritou um dos capacitores da fonte de energia do HD. Por sorte, Keacher encontrou em uma loja de eletrônicos os mesmos capacitores, fazendo o computador funcionar novamente.

Para completar sua missão, Keacher precisava de um navegador e um conjunto de protocolos TCP/IP (a linguagem que faz dois computadores se comunicarem pela web) compatíveis com o sistema operacional System 7.0 e encontrar alguma forma para conectar o Mac Plus à rede de internet da casa.

O browser foi encontrado em um fórum sobre sites em FTP. A versão do navegador MacWeb 2.0 era antiga o suficiente para rodar no Mac Plus, mas também capaz de renderizar sites em HTML e entender o HTTP, o protocolo que permite a transferência de dados entre redes de computadores. Também em um fórum, Keacher achou um protocolo TCP/IP compatível.

O grande desafio foi conectar fisicamente o Mac Plus à internet. O computador não tem entrada Ethernet e o Wi-Fi ainda estava longe de ser inventado quando o Mac Plus foi fabricado. A solução foi usar um Raspberry Pi, diversos adaptadores e uma série de drivers lançados pela Apple nos anos 1980, criando uma espécie de modem de internet discada.

A velocidade da conexão ficou em 19 Kbps, fazendo que as páginas demorassem alguns minutos para serem processadas e outros minutos para serem carregadas pelo computador. Outro problema foi a falta de compatibilidade do navegador MacWeb com HTTPS, cookies e CSS. Afinal, eles não haviam sido inventados ainda.

Mas as páginas carregaram, ficando parecidas com um site aberto em um celular com protocolo WAP. Se a ideia era conectar um computador de 1986 à internet, ela funcionou.

Ficou lento como o inferno, mas funcionou! Informações eram carregadas, páginas renderizadas, e links eram clicáveis“, afirma Keacher. “O objetivo era apresentar o Mac para a internet. O encontro foi bem sucedido“.