Silicon Valley, Série de Tecnologia

Esse final de semana começou a segunda temporada da aclamada série de tecnologia Silicon Valley do canal americano HBO. Aclamada por ter sido considerada uma nota 84/100 no Metacritic, que é um importante site americano de crítica a séries, games, filmes, entre outras coisas. Para quem não conhece, a série fala sobre um profissional de T.I. sonhador que trabalhava para uma grande empresa no Vale do Silício (Califórnia), ele tinha criado uma aplicativo de compressão chamado Pied Piper (O flautista) . A série é interessante, mostra muito sobre o começo de uma empresa na “Terra da Inovação” .

A primeira temporada conta com oito episódios de trinta minutos cada, todos eles já estão disponíveis legendados. A história dessa temporada mostrou toda a dificuldade enfrentada pelo jovem programador Richard, que desenvolveu um aplicativo na base de um algorítimo inovador de compressão(O Pied Piper como foi citado antes). Mostra também o dilema dele entre vender seu produto e investir na criação da sua start-up.

(Para quem não assistiu a primeira temporada e não gosta de spoiler é pouco recomendável ler esse segundo parágrafo)

Já a segunda temporada que estreou nesse fim de fala sobre o início de verdade da start-up dele, com a morte do seu financiador principal e o dilema de decidir receber mais com o risco de não conseguir pagar o investimento ou receber menos investimento e trabalhar com chances mais realistas de pagar o investimento. Essa temporada parece que vai transcorrer em volta do enredo da empresa que roubou o algorítimo dele estar processando-o, da dificuldade de se iniciar e administrar uma empresa no “mundo da  inovação” e da tentativa de não fazer um produto incrível fracassar. Enfim, é uma série interessante para quem está na área de T.I. entender um pouco sobre como é o mercado se quiser criar algo inovador, e as tiradas de humor da série não ficam devendo em nada.