Nova versão open source de APIs WCF para framework .NET

Responsável pelo framework da Microsoft, a Fundação .NET anunciou nesta quarta-feira uma nova versão open source das APIs do Windows Communication Foundation (WCF). O pacote é usado normalmente no desenvolvimento de aplicações orientadas a serviços, e os códigos-fontes foram disponibilizados no GitHub.

A novidade terá foco na plataforma open source .NET Core, que foi anunciada e lançada no ano passado pela mesma fundação. Ela não é idêntica ao .NET Framework – especialmente por ainda não ser tão completa quanto a solução paga –, mas foi criada para “suportar múltiplas arquiteturas computacionais e para rodar em diferentes plataformas”.

Por hora, a WCF está limitada ao Windows, mas a versatilidade do Core “oferece potencial para rodá-la no OS X e no Linux”. “A equipe está trabalhando duro para tornar isso realidade e para se manter atualizada conforme o suporte de plataformas ao .NET Core cresce”, diz o texto da fundação. “Mas se você quiser ajudar, sei que eles adorariam contribuições, especialmente para melhorar e testar o suporte de plataformas.”

O repositório no GitHub traz toda a implementação de bibliotecas para a coleção de APIs, o que na verdade representa um subconjunto do produto completo e pago. Ainda assim, a WCF de código aberto “suporta todos os perfis de bibliotecas atualmente disponíveis para construir apps para a Windows Store”, segundo a descrição.

Boa parte das funcionalidades já está operante, mas a equipe da .NET Foundation destaca que ainda há problemas que precisam ser resolvidos antes da ativação de recursos como SSL, WebSockets, autenticação NTLM e outros. “Nosso time está trabalhando ativamente nisso e espera ativar a maioria deles em breve”, escreveu o engenheiro Ron Cain, da Microsoft.

Se quiser colaborar com esse WCF open source, dá para saber mais na página do projeto. As outras iniciativas de código aberto da .NET Foundation, por sua vez, estão disponíveis aqui.

Está é uma publicação original e está disponivel em Ciência da Computacão e info.abril.