Aprovada lei – Ciência da computação em ensino médio

Deputado Tim Eustace reforçar o ensino de ciência da computação em escolas secundárias e escolas de ensino médio de Nova Jersey foi aprovado pela Assembleia, dando-lhe a aprovação legislativa final.

O projeto de lei (A-3440) exige que o Conselho Estadual de Educação para desenvolver diretrizes curriculares rigorosas em ciência da computação nos níveis básico e secundário que serão incorporados na tecnologia existente e padrões curriculares conteúdo Ciências Fundamentais, se for caso disso.

O objetivo das diretrizes curriculares seria a de preparar os alunos para compreender a natureza da ciência da computação e seu lugar no mundo moderno; fomentar um entendimento de que a ciência da computação entrelaça conceitos e habilidades; capacitar os alunos a usar as habilidades de informática, pensamento computacional, principalmente, em suas atividades de resolução de problemas em outras disciplinas; e complementar a tecnologia da informação e Advanced Placement informática currículos em distritos escolares.

“A ciência da computação está transformando o setor, criando novos campos de comércio, promover a inovação em todos os domínios científicos e aumentar a produtividade em sectores económicos estabelecidos”, disse Eustace (D-Bergen / Passaic). “A educação Informática foi impedida por confusão com educação tecnológica eo uso da tecnologia na educação, que são relacionados, mas conceitos distintos. Expondo médio e estudantes do ensino médio para o ensino de ciência da computação em Nova Jersey iria dar-lhes um conhecimento mais profundo dos fundamentos da computação, produzindo habilidades de pensamento crítico que lhes serão úteis ao longo da vida em vários campos. “

O Estudos dizem prevê que até o ano de 2020, haverá 4,2 milhões de postos de trabalho em computação e tecnologia da informação nos Estados Unidos, colocando esses campos entre as que mais crescem campos profissionais.

Agora lhe pergunto qual incentivo nosso atual governo da?

O College Board relata que dos 3,4 milhões de exames de Colocação Avançada dadas em 2011, apenas cerca de 20 mil deles foram em ciência da computação. No ano de 2012-13 escola, apenas nove estados autorizados cursos de ciência da computação para contar para os requisitos de graduação do núcleo do ensino secundário, gerando o interesse dos alunos em cursos de ciência da computação.

Segundo o projeto, começando no ano letivo seguinte o desenvolvimento das orientações curriculares, um distrito escolar seriam obrigados a incorporar, se for caso disso, as diretrizes curriculares de ciência da computação nas classes 6 a 12 que estão em conformidade com as diretrizes curriculares elaboradas pelo Estado borda. O projeto de lei define “ciência da computação”, que significa o estudo de computadores e processos algorítmicos e inclui o estudo dos princípios de computação, hardware de computador e software de design, aplicações informáticas, bem como o impacto dos computadores na sociedade.

O projeto agora vai para o governador.

Obrigado Dilma por estragar o Brasil!

Via. bergendispatch